Vias expressas

Segundo estimativas da ONU, cinco bilhões de pessoas - aproximadamente 61% da população mundial - viverá em cidades no ano de 2030. Essa tendência de urbanização está causando um aumento nos volumes de tráfego em áreas densamente populadas. Soluciona os problemas de mobilidade resultantes será um grande desafio para os sistemas de gerenciamento de tráfego. A fim de otimizar o desempenho das vias expressas e aumentar a segurança no tráfego, a Siemens desenvolveu uma Solução para Rodovias Urbanas com base nos muitos anos de experiência em tecnologia do controle de tráfego de rodovias e gerenciamento do tráfego urbano.

As vias expressas são um elemento importante do sistema de gerenciamento urbano integrado junto com outras rotas de tráfego. A função das vias expressas como vias arteriais entre centros urbanos individuais se tornará cada vez mais importante para lidar com fluxos de comutador para dentro e fora das cidades.

Soulção para Rodovias Urbanas

O núcleo dessa solução para rodovias urbanas consiste no SITAFFIC CONDUCT + centro de controle de rodovias internacionais da Siemes - que integra diferentes subsistemas para rodovias urbanas, além de trocar dados de tráfego e ambiente relevantes com outros sistemas de gerenciamento urbano.

Os aplicativos de subsistema vão do gerenciamento de tráfego clássico em vias principais - com regulagem de tráfego e transferência de informações - até o controle do tráfego em trevos rodoviários e semáforos de controle de trânsito. Além disso, vários sistemas externos como túneis, vigilância com vídeo, sistemas de chamadas de emergência, sistemas de pedágio e sistemas de informação climática podem ser integrados, passo a passo, no sistema para Rodovias Urbanas. Dependendo dos requisitos do mercado, susbistemas para rodovias urbanas podem ser usados individualmente ou em várias combinações.

SITRAFFIC CONDUCT + Controle e Gerenciamento para Rodovias

SITRAFFIC CONDUCT + é a evolução de nossa central de controle comprovada em uma nova plataforma. Ela garante operação segura, eficaz e ininterrupta em redes rodoviárias urbanas e de longa distância. A central de controle CONDUCT+ recebe todas as informações sobre a utlização da rede e a condição de todas as instalações em operação. Os sensores fornecem dados sobre as condições do tráfego e do ambiente - a central de controle aplica estratégias e regras definidas para determinar as medidas apropriadas para harmonizar o tráfego.

O sistema é altamente padronizado e baseado em tecnologia de cliente/servidor comprovada. Ele usa os sistemas operacionais Microsoft Windows ou Linux e é expandível a qualquer momento e para qualquer direção. Isso significa que ele mantem seu valor por um longo período de tempo - e que não são mais necessários sistemas caros e exageradamente grandes. A central cresce com suas funções, módulo a módulo, e é simplesmente expandido quando um novo sistema técnico é adicionado - como controle de acesso ou liberação de acostamento para tráfego. O SITRAFIC CONDUCT+ possui um segundo servidor que permanece em execução no modo "hot standby". Se o servidor ativo estiver com problemas, as operações são automaticamente alternadas para o outro servidor para manter a disponibilidade máxima.

Sensores

Os sensores mede fatores que fornecem informações sobre as condições atuais - incluindo iluminação, volume de tráfego e condições climáticas. Esses dados são vitais para o gerenciamento automático de tráfego. Os sensores da Siemens fornecem dados atuais e precisos dos seguintes fatores:

 

 

 

  • Visibilidade
    O sensor de visibilidade identifica condições de baixa visibilidade causadas por neblina ou neve e transmite os dados de visibilidade à central de controle avançado.

  • Sensores ambientais
    Dados como temperatura do ar, direção do vento e velocidade vento - bem como o tipo e intesidade de precipitação, temperatura da superfície da estrada, conteúdo residual de sal, etc. - são documentados pela estação de dados climáticos e ambientais.

  • Sensores de ilumiação
    Os sensores de iluminação são usados para ajustar o nível de ilumiação das sinalizações de mensagens variáveis. A intensidade de luz muito alta do VMS garante boa visibilidade diurna, mesmo quando o sol estiver baixo. Á noite, o VMS é apagado para que os motoristas não sejam incomodados pela ofuscação e para que os símbolos não fiquem muito claros.

  • Detectores de Loop
    Os detectores de loop fornecem todos os dados estatísticos necessários. Os detectores de loop classificam os veículos em classes (até 8+1). Todos os loops são dobrados para que possam determinar não só o número e tipo dos veículos, mas também sua velocidade e direção.

  • Detectores Elevados (AGD)
    AGDs podem ser instalados no lugar dos detectores de loop para fornecer os mesmos tipos de dados. Devido aos últimos desenvolvientos, os AGs são quase tão precisos quanto os detectores de loop, mas considerados mais rápidos de se instalar.


Atuadores

Os atuadores reagem a alterações nas condições e se adaptam a novas situações informado aos motoristas as condições autais - automatica ou manualmente. Isso, em troca, facilita os fluxos de tráfego seguros e estáveis. O portfólio abrangente da Siemens inclui os seguintes atuadores:

 

 

  • Sinalizações de Mensagens Variáveis, Sinalizações de Limite de Velocidade
    As Sinalizações de mensagens variáveis e de limite de velocidade (VMS e SLS) usam LEDs para exibir as informações de texto ou símbolos de tráfego. Os elementos de LED são monitorados por suas unidades de controle para evitar exibições interrompidas, ilegíveis ou contraditórias. Um travamento por hardware opcional pode também ser instalado.

  • Sinalizações de Controle de Faixas(LCS)
    As sinalizações de controle de faixas usam LEDs para exibir sinais de faixa com setas. Os elementos de exibição são monitorados para evitar situações de sinalização inseguras. Um travamento por hardware opcional pode também ser instalado.

  • Luzes de faixa
    Luzes de faixa em LED são colocadas na superífice da estrada e podem ser usadas para atribuição dinâmina de faixa ou marcações de acostamento estáticas.


Estrutura Modular

Dependendo dos requisitos do mercado, susbistemas para rodovias urbanas podem ser usados individualmente ou em várias combinações. Componentes opcionais para monitoramento automático de fluxos de tráfego podem aumentar a capacidade de viagem, melhorando a segurança e reduzir a poluição. Os seguintes componentes podem ser adicionados:

 

 

  • Sistema de Controle de Faixa Principal
    Monitoramento automático para fluxo de tráfego, com a capacidade de reagir em situações perigosas ao aplicar limites de velocidade ou fechar uma faixa.

  • Influência de Rede
    Recomendações para rotas alternativa pode ser feitas para diminuir o tempo de viagem e aumentar a capacidade da rede de estradas.

  • Sistema de Rota Alternativa
    O monitoramento automático compara os volumes dos fluxos de tráfego na rota normal e na rota alternativa e exibe recomendações para rota.

  • Sistema de Informação de Tráfego
    Equilibra os volumes de tráfego em rotas de estradas alternativas informando aos motoristas a situação de tráfego e rotas alternativas.

  • Sistema de Controle de Rampa
    Controla automaticamente o fluxo de tráfego em rampas de entrada ao reduzir o número de veículos na mesma pista.

  • Sistema de Controle de Acostamento
    Aumenta o fluxo do tráfego ao permitir o uso do acostamento para diminuir o risco de congestionamento e aumentar a segurança nos períodos de alta densidade de tráfego.

  • Systema de Aquisição de Dados de Tráfego
    Captura, análise e monitoramento de dados de tráfego, situações e eventos para controlar o fluxo de tráfego (manual ou automaticamente) com arquivamento subsequente no sistema de controle central de estrada no CONDUCT+


Controles de Beira de Estrada

A família de controladores de beira de estrada SST4 é baseada no TLS 2002 e vem pré-equipada para atender aos requisitos do Instituto Alemão de Pesquisa Rodoviária (BASt). O padrão PC104 futuro, várias interfaces de comunicação e o design de fácil manutenção são fornecidos como padrão do equipamento. O SST4 oferece bastante espaço para expansão de elementos como GPRS, Ethernet, até 20 detectores de loop, modem FSK e USV.

O SST4-XS é a versão "light" - perfeita para aplicações mais simples como uma ferramenta de coleta de dados, computador de comunicação Inselbus, sistema de aviso de velocidade, concentrador de entrada/saída e mais.

Utilizando diferentes estruturas de instalação com componentes selecionados, é fácil criar soluções específicas para projetos projetadas para as necessidades do cliente individual - envolvendo a instalação de componentes em gabinetes existentes ou em estruturas WMS (Sinalização de Mensagens Variáveis), estações reclusas de detectores com energia solar ou conexão de rádio não licenciada.

ComBox - Computador de Comunicação

Com o ComBox da Siemens TS, o cliente obtém um "Computador de Comunicação Inselbus" compatível com as especificações TLS (Instuto Alemão de Pesquisa Rodoviária - BASt), oferecendo uma ampla gama de soluções práticas.

O ComBOx possui um desempenho computacional bom e pode gerenciar até 13 inselbuses TLS. Ele se comunica com o subcentro por TLS ou por TLS sobre IP. Ele pode estar em contato com um grande número de sistemas externos de várias maneiras (como por rádio ou por serial) e pode fornecer dados de usuário compactados a vários subcentros.

Graças às várias ferramentas de software usadas em conjunto com outros componentes da Siemens Checkpoint, o ComBox é extremamente fácil para serviços.